Página Principal | Noticias | Noticias | Aleitamento materno: Alicerce da Vida

Aleitamento materno: Alicerce da Vida

O Leite Humano é muito mais do que uma fonte de nutrientes, é uma substância VIVA DE GRANDE COMPLEXIDADE BIOLÓGICA. 
Composição do leite materno: Água, Açúcar, Carboidrato, Proteína, Gordura, Ferro, Enzimas, Minerais, Vitaminas e Anticorpos.
Diferença entre os tipos de leite:

Importância do Aleitamento materno – Vantagem para as mamães:

  • Reduz risco de hemorragia;
  • Aumenta as reservas de ferro;
  • Útero volta mais rápido ao tamanho normal;
  • Reduz o risco de câncer de mama e de ovário;
  • Ajuda a retardar uma nova gravidez;
  • Aumenta os laços afetivos e a depressão pós-parto é reduzida;
  • O leite está pronto, não necessita preparo;
  • É mais econômico e prático.

Importância do Aleitamento materno – Vantagem para o bebê:

  • Proporciona uma nutrição superior e um ótimo crescimento;
  • Fornece água adequada para hidratação;
  • Protege contra infecções e alergias;
  • Melhor resposta a vacinação;
  • Recuperação mais rápida nas doenças;
  • Bom para dentição e fala.

Preparando a mama para amamentar:

  • Não usar cremes, pomadas, sabão ou sabonete nos mamilos;
  • Não espremer o peito durante a gestação;
  • Usar sutiã ajuda na sustentação do peito.

Pegada Correta do Bebê:

PEGADA CORRETA DO BEBÊ

Sinais confiáveis de que o bebê não está mamando leite suficiente

  • Choro intenso;
  • Quer mamar muitas vezes em intervalos curtos;
  • Pouco ganho de peso;
  • Eliminação de pequena quantidade de urina concentrada.

Ministério da saúde e OMS recomendam amamentação exclusiva nos 6 primeiros meses; Amamentação continuada até os 2 anos de idade ou mais.

Mamadeiras e Chupetas – Quais os efeitos na amamentação?

Pode haver no bebê uma confusão de bicos, a mamãe pode sofrer com uma redução da produção do leite.

O maior uso de chupeta equivale a um menor tempo de amamentação.

Ao terminar uma mamada, não esqueça de colocar sempre seu bebê para arrotar.

Mitos e tabus

Mentiras
  1. Seios pequenos produzem pouco leite.
  2. Leite materno é fraco e deixa o bebê com fome.
  3. Canjica, cerveja preta, água inglesa e outros alimentos aumentam a produção de leite.
  4. A mulher que faz cesariana não pode amamentar.
  5. Seios inflamados impedem a amamentação.
  6. Mãe com alguma infecção não pode amamentar.
  7. Quando a mãe não tem leite o bebê pode mamar em outra mulher.
Verdades
  1. Tamanho não é documento. Seios grandes e pequenos produzem a mesma quantidade de leite.
  2. Não existe leite materno fraco. Pelo contrário, o leite materno é o melhor para seu bebê.
  3. Alimentação saudável, recomendada por um profissional de saúde, e deixar o bebê sugar à vontade são as principais dicas para aumentar a quantidade de leite.
  4. Colocando o bebê ao seio, aos poucos, nos primeiros dias, o leite descerá normalmente.
  5. Ao contrário, deve-se dar de mamar mais vezes, para o peito não empedrar e ajudar a desinflamar.
  6. Poucas infecções ou medicamentos impedem o aleitamento materno. Na maioria dos casos, é necessário apenas pequenos cuidados e uma consulta a um profissional de saúde.
  7. Toda mãe é capaz de produzir leite, desde que orientada por um profissional. Nunca deixe o bebê mamar no seio de outras mulheres, pois há risco de transmissão de doenças, inclusive a Aids.

ASSINATURA DO RESPONSÁVEL